CRE APR

  • Localização e restrições

    CONCEITO
    A eficiencia Energética e energias renováveis:


    Na implantação, etapa de planejamento mais importante em qualquer projeto no qual se observa à frente do tempo, foi pensado que o maior objetivo desta estrutura seria economizar energia elétrica. Para isto, o partido arquitetônico foi baseado na iluminação natural interna do edifício aproveitando a trajetória solar predominante.
    Esta idéia, que modelou a forma deste edifício, obedece o caminho que sol percorre no Equinócio, ou seja, considerou-se que o astro possui-se uma trajetória fixa para que seus raios paralelos cortassem o edifício bidimensionalmente e não tridimensionalmente, oque inviabilizaria a construção do mesmo.
    Deixando a luz natural entrar e o ar fluir naturalmente conforme as regras da termodinâmica, tem se, ao mesmo tempo, uma grande economia para iluminação artificial e um melhor rendimento dos funcionários, uma vez que este se sentirão em contato com o ambiente externo e alterações climáticas.
    A luz natural que corta o edifício, tambem supre as necessidades da fotossíntese das plantas que são aplicadas no átrio inclinado. Estas por consequência desde importante processo, transpiram gerando um microclima e maior humidade dentro do prédio. A alimentação destas plantas poderá ser feito com um sistema hidráulico paralelo ao de reaproveitamento da água de chuva, irriganda cada jardineira na medida certa.
    Em toda a cobertura, futuramente poderá ser instalado um sistema de captação de luz solar para ser acumulada em baterias e suprir demandas energéticas noturnas necessárias à automação e segurança do edifício.

  • Do Projeto

    Impactos ambientais diretos e indiretos:


    A integridade do terreno é mantida quando se escava uma camada de terra de aproximadamente 01 metro ao invés de escavar um subsolo inteiro.
    No paisagismo deverá ser utilizado vegetação que não cause manutenção e de preferência, espécies da região.
    Os materiais escolhidos tanto para a estrutura quanto para as vedações e revestimentos são considerados sustentáveis quando se pensa em seu ciclo de vida e em sua origem de produção; são estes respectivamente o aço, o vidro e alumínio, drywall de madeira reciclada; e pintura com tinta à base de água.


    Reciclagem e conservação de recursos:


    Os materiais de operação e construção, deverão, em sua maioria, ser 100% recicláveis ou conter partes já recicladas. O aproveitamente de mobiliário, seus componentes existentes é muito importante para a não geração de resíduos. O fácil acesso pelos usuários às lixeiras de reciclagem é feito nas circulações obrigatórias de cada andar.
    A utilização de peças sanitárias que gastam pouca água ( como o sistema à vácuo e aeradores ) podem ter seu custo amortizado dentro de 04 anos de utilização.
    Este sistema pode ser utilizado junto com o sistema de captação e reutilização de águas pluviais.


    Qualidade do ambiente interno:


    Os revestimentos internos serão feitos de materiais que não possuam compostos orgânicos voláteis como forros projetáveis de papel reciclado, madeiras recicláveis e/ou certificadas, oléos naturais. Materiais que com compostos naturais propiciem estanqueidade nos ambientes e ao mesmo tempo ação antipragas e fungos.

  • Nota dos arquitetos

    A iluminação natural através de vidro comum possui UV que possui efeito antibacteriano e microbiano.
    O Átrio inclinado possuirá entrada e saída de ar fresco constantemente. Um sistema eletromecânico pode acionar a abertura no topo do edifício para a saída de ar quente, criando uma corrente de convenção, renovando o ar interno.
    A limpeza deverá ser feita com produtos não voláteis, atóxicos e ainda concentrados para uma maior economia de embalagens e produto.
    A acústica das salas de trabalho deverá ser feita com uso de forros absorventes. As sala de máquinas deverão ser tratadas com vedações densas e portas acústicas.
    Todos os ambientes habitáveis tem direito à luz natural.

Imagens do projeto